Luís Bastos - Creative Stage.

Luís Bastos - Creative Stage.

Nome:
Luis Bastos
Há quanto tempo trabalhas na área dos audiovisuais?
Desde 2009. 
Onde e como começaste?
Comecei a ter contacto com a área técnica e produção desde muito cedo pois tinha familiares que trabalhavam em produção de eventos, consequentemente, comecei a ajudar em montagens de eventos e o gosto pela área técnica surgiu naturalmente, primeiro pelo Som e depois pela iluminação. Tendo passado também por áreas de produção, Stage Management e Road Management. 
Qual a área/ sector/segmento onde te sentes mais à vontade e que mais gostas?
As áreas de eleição são sem dúvida a iluminação e o stage/road management, o design e a gestão humana é sem sombra de dúvidas aquilo que mais gosto e prazer me dá a fazer.
Há quanto tempo conheces a Santosom?
Conheço a Santosom desde que comecei a trabalhar na área, pois sempre foi a empresa referência em cases e logística para tournée. 
Conta-nos uma história engraçada com flight cases.
Sou bastante picuinhas com as cases, gosto de ter case para tudo, desde a pen drive à impressora. Uma das minhas principais cases é uma case de produção onde concentro tudo que é necessário para produção no terreno, desde fitas, impressoras, relógio para palco, computador, etc.. numa das edições do Rock In Rio onde trabalho como Stage Manager na equipa do Tobé Lombello, (que é o grande culpado deste meu gosto por cases de produção, pois foi a primeira pessoa que vi com uma case “a sério”), um Production Manager de uma banda internacional ficou tão espantado com a case de produção que tínhamos no Palco Mundo que queria levar-la embora junto com o equipamento da banda. Estas situações fazem com que também tenhamos gosto no equipamento e na forma como ele se apresenta...
Como tem sido a tua relação com a Santosom?
Amor/Ódio, amor porque têm solução para tudo, ódio porque não consigo não comprar pelo menos uma case por mês. 
Já tiveste necessidade de algum pedido especial?
Na verdade não, as soluções que a Santosom tem são bastante práticas e pensadas ao milímetro, mas tenho alguns projectos em mente para dar trabalho à Santosom. 
Define a Santosom enquanto empresa: Parceira!

Artigo anterior Muito obrigado Gary!
Português
Português (portugal)